Já muito se fez na ajuda a centenas de milhares de pessoas refugiadas no país, mas ainda não chega
Já muito se fez na ajuda a centenas de milhares de pessoas refugiadas no país, mas ainda não chegaapesar dos esforços consideráveis para ajudar centenas de milhares de pessoas deslocadas por causa do conflito no Sri Lanka, muito está ainda por fazer para garantir a sua segurança e subsistência, para que possam levar uma vida normal, segundo um perito independente para os direitos humanos das Nações Unidas, depois da sua recente visita ao país.
O Sri Lanka, com o indispensável apoio da comunidade internacional, não só reabilitou a maioria das vítimas do tsunami de 2004, mas também tem feitos esforços consideráveis para ajudar os deslocados desde [que se iniciou] a escalada das hostilidades em 2006, afirmou Walter Kalin numa declaração emitido na sequência da sua visita ao país de 14 a 21 Dezembro.
Um persistente conflito civil entre as tropas governamentais e os Tigres de Libertação do Tamil Eelam (LTTE) tem motivado um número crescente de refugiados internos no Sri Lanka.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *