São já conhecidas as intenções que Bento XVI confiou ao apostolado da Oração para o ano de 2008
São já conhecidas as intenções que Bento XVI confiou ao apostolado da Oração para o ano de 2008Pela Igreja, pelos institutos de vida consagrada, pelos deficientes, pelos cristãos que vivem situações difíceis, todos estão nas intenções do Papa para o ano que vai começar.
aos fiéis pede que rezem, particularmente a uma intenção por mês. Há uma intenção geral e uma outra de cariz missionário, segundo informação divulgada pela agência Fides.
Janeiro
Geral: Para que a Igreja reforce o seu compromisso em prol da plena unidade visível, de modo que possa manifestar sempre mais a sua face de comunidade de amor, onde se reflita a comunhão do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Missionária: Para que a Igreja em África, que se prepara para celebrar a sua segunda assembléia Especial do Sínodo dos Bispos, continue a ser sinal e instrumento de reconciliação e de justiça em um continente ainda marcado por guerras, exploração e pobreza.
Fevereiro
Geral: Para que os portadores de deficiências psíquicas não sejam marginalizados, mas respeitados, e com amor sejam amparados a viver de modo digno sua condição física e social.
Missionária: Para que os Institutos de Vida Consagrada, tão florescente nos países de missão, redescubram a dimensão missionária e, fiéis à escolha radical dos conselhos evangélicos, sejam generosos em testemunhar e anunciar Cristo até os confins do mundo.
Março
Geral: Para que se compreenda a importância do perdão e da reconciliação entre as pessoas e os povos, e a Igreja, com o seu testemunho, difunda o amor de Cristo, fonte de nova humanidade.
Missionária: Para que os cristãos, que em tantas partes do mundo e de várias maneiras são perseguidos por causa do Evangelho, amparados pela força do Espírito Santo continuem a testemunhar com coragem e franqueza a Palavra de Deus.
abril
Geral: Para que os cristãos, inclusive nas situações difíceis e complexas da sociedade de hoje, não se cansem de proclamar com sua vida que a ressurreição de Cristo é fonte de esperança e de paz.
Missionária: Para que os futuros presbíteros das jovens Igrejas sejam sempre mais formados culturalmente e espiritualmente para evangelizar suas nações e todo o mundo.
Maio
Geral: Para que os cristãos valorizem mais a literatura, a arte e os meios de comunicação, para favorecer uma cultura que defenda e promova os valores da pessoa humana.
Missionária: Para que a Virgem Maria, Estrela da evangelização e Rainha dos apóstolos, assim como acompanhou os apóstolos nos primórdios da Igreja, guie também agora com afeto materno os missionários e as missionárias espalhados pelo mundo.
Junho
Geral: Para que cada cristão cultive uma profunda e pessoal amizade com Cristo, de modo que possa comunicar a força do seu amor a cada pessoa que encontrar.
Missionária: Para que o Congresso Eucarístico Internacional de Québec, no Canadá, ajude a compreender sempre mais que a Eucaristia é o coração da Igreja e a fonte da evangelização.
Julho
Geral: Para que cresça o número das pessoas que, como voluntários, prestam serviço à Comunidade cristã com generosa e pronta disponibilidade.
Missionária: Para que o Dia Mundial da Juventude que se realiza em Sidney, na austrália, acenda nos jovens o fogo do amor divino e os torne semeadores de esperança para uma nova humanidade.
agosto
Geral: Para que a família humana saiba respeitar o desígnio de Deus sobre o mundo e se torne, assim, sempre mais consciente do grande dom de Deus que a Criação representa para nós.
Missionária: Para que seja promovida e alimentada a resposta de todo o povo de Deus à comum vocação à santidade e à missão, com um atento discernimento dos carismas e um constante empenho de formação espiritual e cultural.
Setembro
Geral: Para que as pessoas que por causa das guerras ou dos regimes opressores são obrigados a abandonar a própria casa e a sua pátria, sejam amparados pelos cristãos na defesa e na tutela de seus direitos.
Missionária: Para que toda família cristã, fiel ao sacramento do matrimônio, cultive os valores do amor e da comunhão, de modo que seja uma pequena comunidade evangelizadora, aberta e sensível às necessidades materiais e espirituais dos irmãos.
Outubro
Geral: Para que o Sínodo dos Bispos ajude os pastores e os teólogos, os catequistas e os animadores que estão comprometidos no serviço da Palavra de Deus a transmitir com coragem a verdade da fé, em comunhão com toda a Igreja.
Missionária: Para que neste mês dedicado às missões, através da atividade de animação das Pontifícias Obras Missionárias e dos outros organismos, toda Comunidade cristã sinta a necessidade de participar da missão universal da Igreja com a oração, o sacrifício e o auxílio concreto.
Novembro
Geral: Para que o testemunho de amor oferecido pelos Santos fortifique os cristãos na dedicação a Deus e ao próximo, imitando Cristo que veio para servir e não para ser servido.
Missionária: Para que as comunidades cristãs da Ásia, contemplando a face de Cristo, saibam encontrar os caminhos mais propícios para anunciá-Lo às populações deste vasto continente, rico de cultura e de antigas formas de espiritualidade, na plena fidelidade ao Evangelho.
Dezembro
Geral: Para que, diante da crescente expansão da cultura da violência e da morte, a Igreja promova com coragem a cultura da vida com cada sua ação apostólica e missionária.
Missionária: Para que os cristãos, sobretudo nos países de missão, através de concretos gestos de fraternidade, mostrem que o Menino nascido na gruta de Belém é a luminosa Esperança do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *