a assembleia-Geral da ONU aprovou o orçamento para 2008-2009. O voto contrário dos Estados Unidos rompeu uma tradição de unanimidade
a assembleia-Geral da ONU aprovou o orçamento para 2008-2009. O voto contrário dos Estados Unidos rompeu uma tradição de unanimidadeBan Ki-moon saudou a aprovação do orçamento, que representa um aumento de 10 por cento face a 2006-2007. Lamentou que a resolução não tenha sido adoptada por consenso, rompendo assim uma tradição de 20 anos .
Geralmente aprovado por consenso, o embaixador dos Estados Unidos junto da ONU, Zalmay Khalilzad, votou contra o orçamento. a insistência de alguns membros da ONU em financiar uma reunião de acompanhamento contra o racismo com dinheiro do orçamento motivou o voto contrário.
O acompanhamento da conferência sobre o racismo e a discriminação racial, organizada em 2001, em Durban, na África do Sul envolveu 6,7 milhões de dólares. a delegação norte-americana abandonara, em 2001, esta conferência por considerar que os debates atacavam Israel, acusado de praticar uma forma de apartheid .
Responsáveis pelo financiamento de 22 por cento do orçamento, os Estados Unidos pretendem que o encontro seja financiado com verbas que não estejam incluídas no orçamento e que sejam fruto de contribuições voluntárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *