Peregrinação da cruz e do ícone mariana da Jornada Mundial da Juventude encerra a primeira etapa na austrália
Peregrinação da cruz e do ícone mariana da Jornada Mundial da Juventude encerra a primeira etapa na austráliaCom 31 mil quilómetros percorridos, cinco estados e 200 comunidades locais visitadas, 250 mil pessoas encontradas em 500 eventos realizados desde 1 de Julho, terminou a primeira etapa da peregrinação. Os dois símbolos foram transportados por uma equipa de cinco voluntários, conduzidos pelo padre Chris Ryan e alice Priest, da comissão da JMJ.
Vieveam uma aventura espiritual emocionante, mas também um esforço físico notável, disse o bispo coordenador da JMJ, anthony Fisher. Levaram a mensagem da Jornada a muitos lugares, onde era difícil conhecê-la e fazer a experiência deste evento tão importante para os católicos australianos.
Nesta longa viagem foram visitados os lugares simbólicos da austrália, como a Barreira Coralina e Uluru. Foram atingidas zonas do interior onde vivem comunidades aborígenes. Depois do Natal, uma nova equipa entrará em acção para concluir a peregrinação em Sidney no início da JMJ, a 15 de Julho de 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *