a alta-comissária de Direitos Humanos da Nações Unidas (ONU), Louise arbour alertou a comunidade internacional para a necessidade de mais acção no combate aos crimes contra a mulher
a alta-comissária de Direitos Humanos da Nações Unidas (ONU), Louise arbour alertou a comunidade internacional para a necessidade de mais acção no combate aos crimes contra a mulherTodos os dias várias mulheres e meninas são violentadas, agredidas, vendidas para fins sexuais e mortas. a maioria das vítimas não tem muita esperança quanto à punição dos agressores, explicou arbour.
Para a especialista em direitos da mulher, e membro do comité Cedaw, da ONU, Silvia Pimentel a maioria das formas de violência está ligada ao machismo, salienta o site da Rádio ONU. Na realidade, essa inconsciência em relação a esse facto execrável se deve à mulher não ser considerada na sua dignidade de pessoa humana , disse.
Dois relatores especiais da s Nações Unidas adiantam que muitos países não reconhecem os actos de violência contra mulheres como crimes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *