Poderá nascer uma “Igreja católica independente” em Cabinda, anuncia o Ibinda.com.
Poderá nascer uma “Igreja católica independente” em Cabinda, anuncia o Ibinda.com. De acordo com as informações recolhidas por este jornal digital, o desagrado com a hierarquia da Igreja católica e o bispo Filomeno Dias está a levar à constituição de uma Igreja católica 2 que evoluiu para Igreja católica independente. Será uma nova Igreja fora das amarras dos bispos angolanos e de um Vaticano à mercê do poder político de Luanda , adianta o Ibinda.com.
a Conferência Episcopal de angola e São Tomé (CEaST) constatou no fim de Outubro o perdurar de actos de intolerância política em algumas regiões do país , afirmou ao Público, tesoureira da associação Tratado de Simulambuco-Casa de Cabinda, Manuela Serrano.
Esta responsável lamentou que algumas empresas diamantíferas violem gravemente os direitos das populações.
Durante a VIII assembleia-geral da Organização das Nações e Povos Não Representados (UNPO, com sede em Haia) foi manifestada grave preocupação com a contínua violação dos direitos humanos no território de Cabinda, incluindo execuções sumárias ou arbitrárias .
Segundo o Público, alguns dos sacerdotes locais, como Raul Tati e Jorge Casimiro Congo, não se identificam com as posições da CEaST e das autoridades angolanas, pedindo mais protecção para a população. No entanto, Tati declarou que não conhece qualquer sacerdote nem leigo que tenha manifestado clara intenção de formar uma nova Igreja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *