O presidente da universidade de Helwan, no Cairo, excluiu da residência universitária estudantes que usavam o niqab. é um véu utilizado pelas mulheres muçulmanas para cobrirem a cara.
O presidente da universidade de Helwan, no Cairo, excluiu da residência universitária estudantes que usavam o niqab. é um véu utilizado pelas mulheres muçulmanas para cobrirem a cara. O Egipto está a seguir o exemplo da Grã-Bretanha relativamente às restrições impostas quanto ao uso do niqab. Este é o véu usado por algumas mulheres muçulmanas que só deixa entrever os olhos e esconde o resto da face.
Há duas semanas, o presidente da universidade de Helwan, localizada a sul do Cairo, capital do Egipto, resolveu excluir as estudantes que usavam o niqab da residência universitária, por motivos de segurança.
Segundo o que divulga a africatime.com, metade das residentes usavam o véu, tornando difícil a sua identificação. Ocorreram algumas situações no país em que o niqab impediu a identificação em situações complicadas. a decisão foi tomada de acordo com o ministro do ensino superior e do cheikh da mosquita de al-azhar.
Muitas estudantes têm demonstrado o seu descontentamento e queixam-se de serem chamados de ninjas, fantasmas, ou outros nomes. Por vezes, são obrigadas a descobrir o rosto ao entrar em grandes superfícies, hotéis ou bancos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *