Foto: Santuário de Fátima

A 49ª Semana Nacional de Migrações está em curso até ao próximo domingo, 15 de agosto, com o tema “Rumo a um ‘nós’ cada vez maior”. Eugénia Quaresma, diretora na Obra Católica Portuguesa de Migrações (OCPM), destaca alguns momentos desta semana, através de uma mensagem dedicada à iniciativa.

“O coração desta semana é a peregrinação de 12 e 13 de agosto, que decorrerá com as condicionantes conhecidas. Pelo segundo ano consecutivo não haverá vigília noturna. Os peregrinos terão acesso limitado, por isso acredito que muitos estarão unidos pelo coração e acompanharão pelos meios de comunicação social, com a mesma intensidade”, refere a responsável, apelando à esperança.

“É tempo de reconstruir a partir de um tempo forte de espiritualidade como aquele que nos oferece este santuário, altar do mundo, onde sentimos que temos Mãe a quem confiar as nossas angústias, chorar as nossas mágoas, retemperar as nossas energias, renovar a nossa esperança”, afirma a direta da OCPM. A 49ª Semana Nacional de Migrações teve início no último domingo, 8 de agosto, em sintonia com a mensagem do Papa Francisco dedicada ao 107.º Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, que será assinalado no próximo dia 26 de setembro.

A mensagem do Santo Padre dedicada a esta data é intitulada “Rumo a um ‘nós’ cada vez maior”. “Hoje a Igreja é chamada a ir ao encontro das periferias existenciais, para curar os feridos, procurar os perdidos, sem preconceitos ou medo, sem proselitismo, para ampliar a sua tenda para acolher a todos”, escreve o Sumo Pontífice. Francisco deixa um apelo. “Somos chamados a empenhar-nos para que não existam mais muros que nos separam, nem existam mais os ‘outros’, mas só um ‘nós’, do tamanho da humanidade inteira”, pede o Santo Padre.

Tagged: