A arquidiocese de Braga já enviou mais de 500 mil euros para a paróquia de Santa Cecília de Ocua, no âmbito da cooperação missionária com a diocese de Pemba, em Moçambique, que se concretiza através do projeto “Salama!”

De acordo com os serviços de comunicação da arquidiocese de Braga, os “constrangimentos burocráticos impostos pela pandemia” estão a impedir a partida de “dois contentores de materiais recolhidos”, mas, por outro lado, as dificuldades que no ano passado “impediram o envio de missionários” já estão ultrapassadas e neste mês de “agosto partem para Pemba dois voluntários – o padre António Faria e a missionária Fátima Castro”.

Jorge Ortiga, arcebispo primaz de Braga, destaca a importância desta iniciativa. “Pemba continuará a merecer o nosso carinho. Sabemos que a província de Cabo Delgado, em Moçambique, continua a ser local de muitas mortes, de desalojamentos, destruição de residências e ocupação dos terrenos que alimentam aquelas populações. Queremos ser uma voz que defende aquelas populações”, refere o prelado. De acordo com os serviços de comunicação da arquidiocese de Braga, nos últimos sete anos, esta diocese do norte de Portugal “já ajudou com cerca de 2 milhões e duzentos mil euros outras dioceses do mundo inteiro”.

Tagged: