Até ao próximo dia 14 de novembro é possível conhecer a exposição “Ouvir o oceano”, que se encontra patente no Museu de Portimão. A mostra foi elaborada pela artista Bárbara Jane Boulter, que apresenta ao público diversas pinturas e esculturas, elaboradas com recurso a um conjunto diverso de materiais.

Através das suas obras, a artista pretende alertar para a “necessidade de proteger a beleza e a pureza dos oceanos, evitando a sua degradação, em especial através de descargas de resíduos poluentes e embalagens de plástico, bem como devido à pesca furtiva”, explicam os serviços de comunicação da Câmara Municipal de Portimão.

A artista tem também como propósito mostrar que a poluição pode constituir-se como uma “ameaça à extinção de muitas espécies de peixes, crustáceos, mamíferos, tartarugas e recifes”. “Quando vejo a forma descuidada como nós, humanos, estamos a tratar a nossa terra e os seus habitantes, fico muito preocupada. Quero dizer-lhes para pararem e ouvirem o grito das aves, a angústia dos animais e o chamamento silencioso daqueles que habitam nas profundezas do mar, contaminados pelos nossos hábitos descuidados. Ouvir o oceano é urgente”, alerta a artista.

Tagged: