Foto: Lusa

O drama humanitário vivido em Cabo Delgado, no norte de Moçambique, devido aos confrontos na região, levou a Cáritas Diocesana de Coimbra a fazer “um donativo no valor de 20 mil euros” à Cáritas Diocesana de Pemba, de modo a apoiar a “ação caritativa desenvolvida” por este organismo naquele território moçambicano.

A oferta será utilizada para prestar “ajuda humanitária indispensável para apoiar a população de uma região na qual se estima que existam, atualmente, cerca de 250 mil deslocados internos das comunidades atacadas pelos insurgentes no norte da província de Cabo Delgado”, referem os serviços de comunicação da Cáritas de Coimbra.

O organismo humanitário de Coimbra explica que a Cáritas de Pemba é “uma das organizações locais que trabalha diariamente com estas comunidades para manter a sua dignidade e dar-lhes esperança”. A Cáritas de Coimbra assegura que fará chegar à Cáritas de Pemba todos os donativos que receber para esta causa, e apela “à generosidade e solidariedade da população” para melhorar a vida destas famílias moçambicanas, que sofreram com a passagem dos ciclones Idai e Kenneth, e também com a violência armada naquela região.

Tagged: