Foto: Vida ONGD

Após a passagem de dois ciclones – Idai e Eloíse – pela cidade moçambicana da Beira, e depois de todas as contingências provocadas pela atual pandemia da covid-19, as “obras de reconstrução da Escola Primária Completa da Manga Mascarenhas estão quase a terminar”.

“Com a nova escola, as crianças e os jovens irão finalmente beneficiar de um espaço seguro, limpo e com as condições necessárias e dignas para uma boa aprendizagem”, refere a Vida, uma Organização Não Governamental (ONG) portuguesa sem fins lucrativos, existente desde 1992, e que se encontra envolvida nesta iniciativa.

A reconstrução desta escola acontece no âmbito do projeto “Somos Moçambique”, executado pela Fundação Fé e Cooperação (FEC), pela Fundação Gonçalo da Silveira e pela ONG Vida. A iniciativa conta com o financiamento do mecanismo de apoio a Moçambique, através do Instituto Camões, Fundação Calouste Gulbenkian e de uma ação de angariação de donativos em Portugal.

Tagged: