Através de uma mensagem em vídeo, Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor no Santuário de Fátima, dirige-se aos fiéis por ocasião da Peregrinação Internacional Aniversária dos próximos dias 12 e 13 de maio. O responsável refere que os 7.500 peregrinos que poderão marcar presença nas celebrações serão “menos do que aqueles que gostaríamos que pudessem estar presentes”, mas ainda não estão adquiridos os “níveis de vacinação” que permitam “encarar com tranquilidade esta pandemia”, pelo que “não é ainda o tempo de nos juntarmos todos”.

Carlos Cabecinhas pede aos fiéis para que não se deixem “abater pelo desânimo”, e faz um apelo. “Os que não puderem vir, acendam uma vela e rezem connosco na vossa igreja, na vossa casa, ligados a Fátima, e unidos a Nossa Senhora em oração”, pois “a oração restitui o conforto e ajuda a vencer os medos”.  “Juntos rezaremos pelo fim da pandemia e pela paz no mundo”, refere o sacerdote, apelando à esperança. “Tenhamos esperança de que os dias mais difíceis irão passar e em breve nos poderemos reencontrar na Cova da Iria”.

O reitor do Santuário de Fátima lembra que os três pastorinhos de Fátima viram Nossa Senhora “num contexto igualmente difícil, de guerra, de doença, de privação”, e que fizeram um relato de uma “mensagem de esperança”. “Apesar do sofrimento, até na doença, os santos Francisco e Jacinta Marto nunca desistiram: não desistiram de acreditar, de se confiar e de confiarem em Deus”, diz o religioso. A peregrinação irá decorrer sob o tema: “Louvai o Senhor, que levanta os fracos”.

Tagged: