“Mergulha por Cascais” é nome de uma ação que “será mensal e visa proteger os oceanos”, conforme indicam os serviços de comunicação do município de Cascais. O presente mês de maio já foi alvo desta iniciativa, que envolveu, ao longo de uma manhã, “dezenas de mergulhadores voluntários e pescadores”, que recolheram “resíduos do mar, junto ao pontão dos pescadores e ao marégrafo da Baía de Cascais”.

A primeira sessão do “Mergulha por Cascais” permitiu “remover meia tonelada de resíduos das águas”, como “pneus, plástico, vidro e metal”. A iniciativa torna-se assim num “meio de sensibilização para um problema comum mas menos visível”, que é o “lixo subaquático”, aponta o município português.

Carolina Gonçalves, presidente da Associação Claro, explica que “já é realizada uma ação anual de remoção de resíduos” na Baía de Cascais, designada “Clean Up The Atlantic”. No entanto, a responsável considera que “é necessário intensificar estas limpezas”, motivo pelo qual nasceu o “Mergulha por Cascais”. A iniciativa é o resultado de uma parceria entre a Câmara Municipal de Cascais, a Junta de Freguesia Cascais/Estoril, e a Associação Claro, que se dedica à proteção ambiental. A primeira sessão desta nova iniciativa aconteceu no último sábado, 1 de maio.

Texto: Juliana Batista

Tagged: