artesanato

Alunos, pais e pessoal docente e não docente estão a ser convidados a fazer trabalhos artísticos para leiloar. A quantia reunida através da compra das obras de arte “será entregue à Cáritas Portuguesa” e vai ser utilizada para “ajudar e apoiar as crianças e jovens de Cabo Delgado”, em Moçambique, referem os serviços de comunicação da Cáritas Diocesana de Coimbra.

A campanha solidária decorre sob o mote “Arte em sintonia com as crianças de Cabo Delgado” e vai estar vigente até ao final do mês de maio. A iniciativa é promovida pelo Agrupamento de Escolas da Lousã, em articulação com a Cáritas Portuguesa, e contempla uma “sensibilização em cada agrupamento para que toda a comunidade escolar participe”. Entre os participantes estão as crianças que frequentam os Centros de Atividades de Tempos Livres (CATL) da Cáritas Diocesana de Coimbra.

Em Moçambique a iniciativa é dinamizada pela Cáritas de Pemba, em articulação com a Cáritas Portuguesa. Através dos voluntários da Cáritas presentes no terreno, os alunos que doarem os seus trabalhos “saberão quais as crianças das comunidades que vão ajudar e verão o resultado dessa ajuda”. Além de darem o seu contributo para o projeto, os alunos que desenvolverem trabalhos artísticos para esta causa “conhecerão os rostos dos beneficiados pela iniciativa”.

Através desta iniciativa, os seus promotores pretendem “ajudar crianças que testemunharam atos de violência terríveis, que perderam familiares próximos, que passaram fome escondidas no mato, algumas completamente sós e que estão, neste momento, a sofrer de subnutrição e doenças mortais”.

Os dinamizadores da campanha lembram que a arte tem capacidade para ser “ativista, solidária”, e que através deste projeto, as crianças e jovens da Cáritas de Coimbra “aprenderão o significado de solidariedade, fazendo a diferença na vida de muitas dessas crianças”.

 

Tagged: