Foto: AMI

Está em curso o peditório da Assistência Médica Internacional (AMI) até ao próximo domingo, 9 de maio. Pelo segundo ano consecutivo, a ação de angariação de fundos decorre à distância, como medida de contenção da atual pandemia da Covid-19.

A quantia doada será utilizada para “financiar o necessário reforço dos projetos da AMI de luta contra a pobreza e exclusão social em Portugal, para dar resposta aos efeitos colaterais da pandemia e ao consequente agravamento da pressão social que se faz sentir no aumento de pedidos de ajuda”, refere a organização, em comunicado.

O organismo humanitário explica que devido aos efeitos das medidas de contenção da Covid-19 houve “necessidade de iniciar projetos de primeira linha, tais como a gestão de um novo abrigo de emergência e apoio na distribuição alimentar de urgência, contrariando o principal objetivo da AMI de promover e facilitar a inclusão e integração social de grupos com dificuldades de inserção”.

O peditório da AMI decorre de forma anual, sendo “uma das muitas formas de angariação de fundos” que possibilita que os projetos da instituição “continuem há já 36 anos, dos quais 26 em Portugal”. “A missão da AMI nunca parou e tem que continuar”, frisam os dinamizadores do peditório online, que está a decorrer desde a passada segunda-feira, 3 de maio.

Texto: Juliana Batista

Tagged: