Foto: Helpo ONGD

A comunidade rural de Natôa, em Moçambique, está repleta de alegria e de esperança, devido à entrada em funcionamento de novas infraestruturas. Um desses espaços é uma biblioteca “recém-construída e apetrechada com manuais escolares”, destaca a Helpo, uma organização não governamental para o desenvolvimento (ONGD) portuguesa, envolvida na iniciativa.

Além da biblioteca, foram “construídas três salas de aula, que funcionam desde o início do ano letivo de 2021”, assim como uma “cozinha para apoiar a confeção do lanche escolar nesta comunidade, que, infelizmente, ainda não pôde retomar devido às restrições impostas pela Covid-19”, lamenta o organismo português.

Os novos espaços “estão já a servir os 1.414 estudantes inscritos até ao dia de hoje, do ensino primário e do ensino secundário, número que continuará a subir já que as inscrições continuam a decorrer”, destaca a Helpo. De acordo com a ONGD portuguesa, “toda a comunidade escolar ficou extremamente satisfeita com os novos serviços, especialmente os professores”.

Através da biblioteca, os professores “podem agora contar com o apoio dos novos manuais escolares para orientarem o seu ensino de forma mais eficaz”, assim como “disponibilizarem material prático aos estudantes e promoverem a aprendizagem de forma mais eficiente”. As novas infraestruturas foram construídas com o “apoio da Galp e Fundação Galp”.

Texto: Juliana Batista

Tagged: