Foto: Lusa

A campanha ‘Juntos por Cabo Delgado’ permitiu rechear dois contentores para o envio de “materiais para reinserção na vida ativa”, disse Sara Poças, diretora do Centro Missionário da Arquidiocese de Braga (CMAB), organismo promotor da campanha, em parceria com a diocese de Pemba, em Moçambique.

A iniciativa tem como propósito apoiar os projetos de reinserção na vida ativa, que a Cáritas de Moçambique desenvolve no terreno. “São projetos de reinserção na vida ativa e pedimos ferramentas de carpintaria, utensílios de cozinha, ferramentas agrícolas, de serralharia e costura que vieram de todo o país, através de parceiros mas, essencialmente, vieram dos arciprestados da arquidiocese de Braga, seja de pessoas particulares seja do tecido empresarial”, realçou Sara Poças.

A responsável destaca que a iniciativa decorreu de uma forma muito positiva. “A campanha superou as nossas expetativas e já pedimos o segundo contentor, em vez de só um, porque há muitos materiais e materiais novos, muito bons”, sublinhou a diretora do CMAB, em declarações à agência Ecclesia.

A campanha de angariação de materiais chegou ao fim no final de março. O segundo contentor encontra-se a ser recheado, e há ainda margem para a doação de “lonas e tendas”, que poderão assumir uma importância essencial no terreno. A angariação de verbas no âmbito da campanha ‘Juntos por Cabo Delgado’ continua em curso. O envio dos bens doados será assegurado pela Câmara de Comércio Portugal-Moçambique, de Pemba.

Texto: Juliana Batista

Tagged: