Terços da JMJ Lisboa 2023 | Foto: Filipe Amorim

A poucas semanas do arranque de maio, mês dedicado pela Igreja Católica a Maria, foi lançado o terço oficial da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que vai concretizar-se em Lisboa, em 2023. O artigo é inspirado na identidade gráfica do evento, e conta com duas versões em madeira e uma em “plástico, 100 por cento reciclado”, destacam os organizadores da JMJ Lisboa, em comunicado.

Em qualquer dos modelos, encontra-se presente a cruz do logotipo da JMJ Lisboa, e, em dois dos modelos, a ‘conta’ do Pai-Nosso é representada sob a forma de um quadrado, onde se pode ver a referência à JMJ Lisboa em diversos idiomas, assim como o tema do evento – “Maria levantou-se a partiu apressadamente”.

De acordo com a organização da JMJ, os terços são construídos, de forma manual, “numa fábrica em Fátima”, e com recurso a “matéria-prima amiga do ambiente”, nomeadamente “madeira e plástico 100 por cento reciclado”. Os organizadores do evento adiantam que na “primeira edição do terço em plástico foi reciclado material equivalente a cerca de 175.000 tampas de plástico”. As embalagens dos terços são também elaboradas em “cartão reciclado e utilizam linguagem inclusiva – braile e pictogramas –, cumprindo o propósito de fazer da JMJ um encontro de todos para todos”.

Junto ao terço, é apresentado um folheto com os Mistérios do Rosário, escritos sob inspiração no tema da JMJ. As meditações serão ainda disponibilizadas em formato áudio e em língua gestual portuguesa, no website do evento, a partir de maio. O terço estará à venda a partir do próximo dia 15 de abril, mas é já possível fazer pré-encomendas a cada Comité Organizador Diocesano. O primeiro dos mementos de recitação do terço vai decorrer online, no próximo dia 1 de maio, reunindo jovens das dioceses portuguesas.

Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa e presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, destaca a importância da iniciativa. “Num país marcadamente de tradição mariana como Portugal, o terço não poderia deixar de ser um dos elementos identificadores da JMJ, a par do logotipo e hino oficiais. Aliás, alegrou-nos muitíssimo a mensagem do senhor Presidente da República que partilhou connosco a intenção de o Papa Francisco desejar visitar Fátima no contexto da JMJ”, refere o responsável, em comunicado.

Texto: Juliana Batista

Tagged: