Foto: União das Misericórdias Portuguesas

Dois coloridos murais estão a dar uma nova alegria e ânimo àqueles que frequentam o Lar Dona Maria Lizarda Palermo, da Santa Casa da Misericórdia de Moncarapacho, no município de Olhão, distrito de Faro. As duas pinturas representam idosos felizes e lançam palavras de ânimo e conforto a idosos e funcionários.

As pinturas assumem o lugar de telas, que foram removidas “para facilitar a higienização do lar”, no contexto da atual pandemia da Covid-19. Consequentemente, todo o “espaço ficou nu, frio e sem alegria”, lamentou Isabel Marques, diretora técnica do lar, em declarações aos serviços de comunicação da União das Misericórdias Portuguesas. Foi com o propósito de dar uma nova cor e alegria ao espaço, que Raquel Valentim, funcionária da creche temporariamente transferida para o lar de idosos, foi desafiada pelas responsáveis pela instituição a pintar as paredes do lar.

Raquel Valentim colocou mãos à obra, e considera que esta foi uma experiência “muito gratificante”, que contribuiu para levar “cor e alegria ao lar”.  Enquanto pintava, Raquel recorda que os idosos passavam por ela e “perguntavam pelos desenhos e davam palpites”. “Foi muito engraçado”, lembra. De acordo com Isabel Marques, diretora técnica do lar, a infraestrutura tem atualmente dois murais, mas o objetivo é “fazer mais”, para que a arte possa sempre contribuir para “dar vida e cor ao lar”.

Texto: Juliana Batista

Tagged: