dinheiro

A ideia de continuar a explorar opções para criar um euro digital, uma criptomoeda do Banco Central Europeu, deverá ser uma das conclusões que os líderes da União Europeia irão aprovar esta sexta-feira, 26 de março, com o objetivo de ajudar a aumentar o peso internacional da moeda única e promover a autonomia económica dos 27 Estados-membros.

A ideia foi lançada pela Comissão Europeia e tem recebido o apoio dos líderes comunitários, que veem neste projeto potencialidades para destronar o dólar como moeda dominante no mercado internacional e conseguir um setor financeiro digital “mais forte e mais inovador” e um sistema de pagamentos “mais eficiente e resistente”.

A Zona Euro decidiu embarcar no projeto, que também está a ser explorado por outros bancos centrais em todo o mundo, devido aos riscos colocados pelas moedas digitais geradas por entidades privadas, sobretudo quando são de grande envergadura, como a libra do facebook.

Neste sentido, o Banco Central Europeu tem em curso uma consulta até abril, e só depois decidirá se deve ou não prosseguir, embora tudo indique que o faça. Citada pelas agências internacionais, Christine Lagarde, disse recentemente que a nova moeda digital poderá estar pronta dentro de quatro anos.

 

Tagged: