Foto: IMVF

A Escola Missionária São Francisco Xavier, localizada em Bafatá, na Guiné-Bissau, conta agora com novos painéis solares, o que se revela “muito importante, uma vez que irá garantir o subministro contínuo de eletricidade para a escola desde uma dupla ótica de sustentabilidade”, explicam os promotores do projeto.

Por um lado, a instalação dos painéis solares “permitirá manter os custos com eletricidade baixos, sem se tornar num peso acrescido para o orçamento do centro educativo”, e, por outro lado, “também será possível produzir energia limpa e amiga do ambiente”. Os painéis foram instalados no contexto do projeto Capacitação Pedagógica, e a ação “vai ao encontro de outras iniciativas a decorrer na Guiné-Bissau”, que apostam na energia solar para “expandir a rede elétrica num país no que o acesso à rede elétrica ainda não está garantida, sobretudo em zonas rurais”.

O projeto Capacitação Pedagógica é promovido pela associação Sol Sem Fronteiras (SolSef), em parceria com a Cáritas de Bafatá e com o cofinanciamento do Instituto Camões. A iniciativa deverá contribuir para facilitar o “uso de computadores e da internet ou mesmo melhorar as condições de iluminação das próprias salas de aulas”. A Escola Comunitária São Francisco Xavier é uma das três escolas compreendidas pelo projeto Capacitação Pedagógica, cujo propósito é “melhorar a gestão pedagógica”.

Tagged: