Foto: OMS Guiné-Bissau

Uma equipa da Organização Mundial da Saúde (OMS), oriunda de Genebra (Suíça) e de Brazaville (República do Congo) chegou à Guiné-Bissau, no final da última semana, com um conjunto diverso de propósitos, que têm em vista contribuir para a qualidade de vida da população guineense.

“O objetivo desta missão exploratória é avaliar a possibilidade de instalar uma fábrica de oxigénio que responda às necessidades do país, o mais rapidamente possível. Para tal, junto com a equipa de gestão clínica, os técnicos de Genebra visitaram o Hospital de Cumura e os Hospitais Regionais de Cachungo, Gabu e Bafatá assim como os Centros de Saúde de Buba e Biombo”, referem os serviços de comunicação da OMS Guiné-Bissau.

A visita tem também como propósito “discutir e avaliar os cuidados básicos de emergência médica, mediante os resultados de um inquérito rápido nacional realizado pela OMS”. O objetivo é “formar um consenso para criar um sistema de cuidados de emergência e operacionalizar a frota de ambulâncias recebidas no passado mês e, assim, melhorar o atendimento e a transferência de doentes graves para os hospitais de referência”, explica a agência das Nações Unidas. A iniciativa assume especial importância numa altura em que o mundo enfrenta uma pandemia.

Tagged: