Foto: Helpo

A preparação para o regresso às aulas em Moçambique, levou os responsáveis pelo projeto Karibu – Integração Escolar de Deslocados Internos em Cabo Delgado – a procederem à distribuição de “234 kits de material escolar para as crianças deslocadas”, já apoiadas pelo projeto, indicam os serviços de comunicação da Helpo, uma organização não governamental para o desenvolvimento (ONGD) portuguesa, dinamizadora deste programa.

Em apenas quatro dias, o Gabinete Karibu, localizado na na sede administrativa do Bairro de Mahate, conseguir “matricular estas crianças nas duas escolas primárias do bairro”, destaca o organismo português. “Queremos dizer a estas crianças que são, de facto, ‘bem-vindas’ e que as escolas de Mahate estão de braços abertos para recebê-las”, realça a Helpo.

De acordo com a ONGD portuguesa, segunda-feira, 22 de março, será retomado o “processo de inscrição”. “Prevemos realizar mais 250 matrículas”, sublinha o organismo. O projeto Karibu conta com financiamento do Instituto Camões, da Galp e da Fundação Galp. O projeto tem como parceiros a Fundação Wiwanana e a Missão São Carlos Lwanga.

Tagged: