Foram depositadas 5,4 toneladas de plástico nas 15 praias portuguesas onde, na última época balnear, esteve em vigor o projeto TransforMAR, que instala nestes espaços recipientes adequados à deposição de plásticos. A quantidade de plástico recolhido superou a edição anterior, que contou com a recolha de 2,6 toneladas.

A iniciativa envolveu o Electrão, uma rede de supermercados, e decorreu em parceria com a Associação Bandeira Azul da Europa, a Quercus, Associação Zero, Agência Portuguesa do Ambiente, associação da Brigada do Mar e, com o apoio institucional do Ministério do Ambiente e da Ação Climática. O plástico recolhido foi revertido em donativos monetários para 15 IPSS dos concelhos onde o projeto teve lugar.

Segundo Catarina Gonçalves, coordenadora nacional do Programa Bandeira Azul, este “é um projeto que vai ao encontro da mensagem de sensibilização, que deve ser amplamente transmitida a todos os utentes das praias, relativa à urgência de alteração de comportamentos que tenham como resultado a reutilização, a reciclagem e, sobretudo, a redução do plástico/metal, difundida pelo Programa Bandeira Azul”. “Esta é uma iniciativa que desafia os portugueses, não só a recolher plásticos, mas também a entender o peso/impacto das suas ações nos Oceanos e na sustentabilidade do nosso Planeta”, disse a responsável, em comunicado.

Tagged: