“Simplesmente não vamos conseguir uma Europa verde e digital e recuperar da crise atual sem promover os direitos sociais, sem garantir igualdade de oportunidades para todos”, afirmou esta quarta-feira, 10 de março, o comissário europeu de Emprego.

Nicolas Schmit, que falava ao Parlamento Europeu sobre o plano de ação para implementar o pilar europeu de direitos sociais que a Comissão Europeia apresentou na semana passada, destacou o vínculo entre o pilar e os planos nacionais que os Estados-membros devem apresentar a Bruxelas para receber os fundos de recuperação comunitários de combate à pandemia.

“Os direitos sociais, em conjunto com a convergência económica e social, a coesão social, devem promover os investimentos e reformas nos planos nacionais de recuperação e resiliência”, sublinhou o comissário.

O pilar europeu de direitos sociais foi proclamado em 2017 e contem duas dezenas de princípios para favorecer o acesso a mercados de trabalho justos e a inclusão social, mas não foi colocado todo em prática, pelo que o plano de ação entretanto apresentado pretende impulsioná-lo.

Tagged: