Foto: "Casa Fiz do Mundo"

Uma campanha de angariação de lápis para São Tomé e Príncipe reuniu “752,50 euros, o que representa um total de 4515 lápis”, referem os elementos da “Casa fiz do mundo”, um grupo paroquial de ação missionária das comunidades católicas de Carregosa, Vila Cova de Perrinho e Chave, na diocese do Porto, promotores desta ação.

Depois da angariação de uma quantia destinada à aquisição de lápis, o objetivo é agora reunir fundos para a compra de sabão. Até ao próximo dia 21 de março, cada euro doado será utilizado para comprar um quilo de sabão.

O objetivo desta campanha, com diferentes etapas, é reunir bens apoiar a população mais frágil de São Tomé e Príncipe. Além de lápis e sabão, pretende-se também reunir fundos para adquirir arroz, massas, feijão seco, bolachas e artigos de saúde.

O grupo missionário “Casa fiz do mundo” trabalha em “total colaboração com as Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição da cidade de Neves em São Tomé e Príncipe”, desde 2007. Os bens que se pretendem angariar são “todos necessários no dia a dia em São Tomé e Príncipe”, destacam os voluntários deste organismo, através das redes sociais.

Tagged: