Foto: Sol Sem Fronteiras

O projeto “Capacitação pedagógica” arrancou no início deste ano em Bafatá, na Guiné-Bissau, e as construções previstas “estão a andar a bom ritmo”, conforme referem os serviços de comunicação da associação Sol Sem Fronteiras (SolSef), um dos organismos parceiros do projeto.

“Já podemos ver os avanços no Jardim Infantil Santa Teresinha do Menino Jesus e na Escola Missionária São Francisco Xavier, duas das escolas abrangidas por este projeto que também está a decorrer no Liceu Leopoldo Pastori, em parceria com a Cáritas Diocesana de Bafatá e com o cofinanciamento do Instituto Camões”, adianta a associação SolSef.

De acordo com a associação sediada em Lisboa, as obras no Jardim Infantil Santa Teresinha do Menino Jesus “já estão concluídas, o que se traduz numa nova secretaria e numa nova direção”. “Estas infraestruturas são muito necessárias melhorar a qualidade da gestão pedagógica, pois dotarão o Jardim Infantil de espaços de trabalho e partilha de ideias para o corpo docente e a direção”, destaca o organismo português.

Já iniciaram também as “construções na Escola Missionária São Francisco Xavier, que em breve se converterão numa Secretaria, numa Direção, numa Sala de Estudo e numa Sala de Professores”. “Como no caso do Jardim Infantil, o intuíto destas construções é o de facilitar o trabalho em rede dos professores e da direção e, ainda, entre o resto da comunidade escolar”, refere a SolSef, expressando o seu agradecimento a todos os envolvidos. “Queremos muito agradecer a quem contribui para a materialização deste projeto. Juntos, através da educação, conseguiremos quebrar o ciclo das desigualdades”, destaca a associação.

Tagged: