Papa Francisco
Foto: EPA / Ettore Ferrari

“Peregrino penitente e de paz”. É assim que o Papa Francisco se apresenta ao povo iraquiano numa mensagem em vídeo que enviou ao país, antes do início da sua viagem apostólica de três dias. O programa da deslocação começa esta sexta-feira, 5 de março, e prevê encontros com os cristãos vítimas de perseguição religiosa.

“Desejo muito encontrar todos vocês, ver os seus rostos e visitar a sua terra, antigo e extraordinário berço da civilização. Venho como peregrino, como peregrino penitente, para implorar perdão e reconciliação do Senhor depois de anos de guerra e terrorismo, para pedir a Deus consolo para os corações e cura para as feridas. […] Sim, venho como peregrino da paz em busca de fraternidade, animado pelo desejo de rezar juntos e caminhar juntos, também com irmãos e irmãs de outras tradições religiosas, unidos pelo pai Abraão, que reúne em uma só família muçulmanos, judeus e cristãos”, afirma o Pontífice.

Recordando os sofrimentos do povo iraquiano, desde cristãos, muçulmanos e povos yazidi, em consequência da guerra e também da força de vontade de não desistirem, o Papa deixa ainda uma mensagem de esperança: “Agora venho à sua terra abençoada e ferida como peregrino de esperança. Da sua terra, Nínive, ressoou a profecia de Jonas, que impediu a destruição e trouxe uma nova esperança, a esperança de Deus”.

Por fim, Francisco encoraja os iraquianos a não desistirem de reconstruir e recomeçar: “Irmãos e irmãs de todas as tradições religiosas. Desta terra, há milénios, Abraão começou a sua viagem. Hoje cabe a nós continuá-la, com o mesmo espírito, caminhando juntos pelos caminhos da paz! Por esta razão, invoco sobre vocês toda a paz e a bênção do Altíssimo. E peço a todos vocês que façam o mesmo que Abraão: caminhem com esperança e nunca deixem de olhar para as estrelas. E peço a todos vocês, por favor, me acompanhem com a oração”.

Tagged: