A arquidiocese de San Salvador anunciou esta semana que foi alcançada uma nova etapa no processo de aprovação da reforma constitucional em El Salvador, com a assinatura de um compromisso político, por parte dos partidos, de incluir na Constituição o direito à água e à alimentação.

Depois da vitória em outubro de 2020, com a inclusão do acesso à água e ao saneamento como um direito humano, em 28 de janeiro último a Assembleia Legislativa aprovou a reforma do artigo 69 que agora inclui a alimentação como um direito humano. Agora, a Igreja Católica e a Aliança pela Reforma Constitucional de El Salvador conseguiram que os partidos assinassem um compromisso político para a efetivação destas reformas.

No acordo, os partidos signatários expressam o seu compromisso público de votar a favor da reforma definitiva dos artigos 2 e 69, onde serão contemplados estes direitos. Para assinalar mais esta conquista, os membros da Aliança promoveram uma caravana pública para entregar a carta de compromisso assinada nas sedes de cada partido, assinalou a agência Fides.

Tagged: