Foto: Andrzej

O ministro do Trabalho eslovaco, Milan Krajiak, lançou um apelo nas redes sociais para a reabertura das igrejas, sob medidas de segurança, para que as pessoas recebam “ajuda espiritual” e possam rezar pelo fim da pandemia de Covid-19, à semelhança do que aconteceu em 1710, quando se gerou uma corrente de oração pelo fim da peste na cidade de Trnava.

Nessa época, “aconteceu um milagre”. “A partir desse momento a peste acabou. Ninguém mais em Trnava morreu com a peste”, recordou o governante, salientando que, embora não tenha “estudos científicos ou provas disso”, está convicto que as pessoas que recebem assistência espiritual recuperam melhor das doenças.

“A assistência espiritual e a oração não podem fazer dano às pessoas, e parece até que em muitos casos evidentemente as ajuda”, sublinhou o político conservador, cujo partido está integrado no Movimento por uma Europa de Nações e Liberdades, o grupo do Parlamento Europeu ao qual pertencem também o partidos de extrema-direita italiano Liga, de Matteo Salvini, o francês Agrupamento Nacional de Marine Le Pen ou o austríaco FPÖ.

Neste sentido, Krajniak, propôs a reabertura das igrejas, encerradas desde 1 de janeiro, para a realização de serviços religiosos e permitir às pessoas que rezem “por todo o povo da Eslováquia, tanto os crentes como os não crentes”. Para reforçar a sua proposta, apontou o exemplo, “verificável historicamente”, da cura da peste na cidade de Trnava em 1710, onde os habitantes, depois de seis meses de epidemia, imploraram pela ajuda da Virgem Maria, que, assegurou o ministro, causou o milagre do desaparecimento da doença.

Tagged: