Com o objetivo de levar a uma redução do consumo de bebidas alcoólicas durante a gravidez, arrancou em Caué, São Tomé e Príncipe, o projeto “Grávida sem álcool”. No contexto deste programa, foi realizada esta semana a primeira reunião do grupo de trabalho dedicado a colocar um fim a este problema.

O grupo de trabalho conta com elementos da Área de Saúde de Caué, da Câmara Distrital de Caué e do Instituto de Droga e Toxicodependência. “Este grupo terá um papel ativo no desenvolvimento das atividades deste projeto”, destacam os envolvidos na iniciativa, através das redes sociais.

O programa tem como “objetivo específico criar um modelo de intervenção comunitário para reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e melhorar o estado nutricional das mulheres grávidas em Caué”. A sua designação integral é – “Grávida sem Álcool, Bebé com Saúde – Intervenção comunitária dos Problemas Ligados ao Álcool (PLA) no Distrito de Caué, em São Tomé e Príncipe”.

O projeto é financiado pelo Instituto Camões e pelos parceiros que integram o grupo de trabalho. O programa conta também com a parceria técnico-científica do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SIDAC).

Tagged: