Foto: EPA / Pius Utomi Ekpei

A igreja da Sagrada Família, no estado de Kaduna, no norte da Nigéria, foi incendiada por um grupo de homens armados, durante um ataque à aldeia de Kikwari, que culminou na destruição de pelo menos mais duas casas. Segundo as autoridades locais, os moradores conseguiram escapar porque foram alertados antes do ataque.

Em comunicado, o governador regional, El-Rufai, condenou o ataque e expressou solidariedade para com os habitantes, pedindo-lhes “que se mantenham firmes na sua fé e devoção, e considerem o assalto como um ato perpetrado por inimigos da paz, da humanidade e da diversidade, que serão derrotados pela graça de Deus”.

O governante disse também ter dado instruções ao gabinete de gestão de emergências do estado de Kaduna para avaliar com urgência os danos causados e tomar as medidas adequadas. Ao mesmo tempo, foram dadas instruções às forças de segurança para intensificarem as ações de fiscalização na região, já que, num outro ataque recente, pelo menos duas pessoas morreram e nove foram sequestradas.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *