Fátima recinto
Foto: Santuário de Fátima

No primeiro domingo da Quaresma, Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor no Santuário de Fátima, disse aos peregrinos que este é o “tempo de conversão” que pode ser usado para “pôr em ordem” a vida, para “dar lugar ao que realmente importa”, para “dar mais tempo à oração”, e “reavivar” a relação com Deus, “tantas vezes afetada pela crónica falta de tempo”.

O responsável frisou também que a Quaresma é uma ocasião para que os cristãos possam ver, “à luz da Palavra de Deus”, de que maneira cuidam das suas relações. “Este é ainda o tempo para avaliarmos as nossas atitudes e opções, as nossas prioridades e escolhas”, disse o religioso, citado pelos serviços de comunicação do Santuário de Fátima.

As palavras de Carlos Cabecinhas foram proferidas na Eucaristia dominical, que teve lugar na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no último domingo, 21 de fevereiro. Devido à atual pandemia, a celebração decorreu sem a presença física de fiéis, mas, segundo o templo da Cova da Iria, “foi acompanhada por milhares de peregrinos através dos meios de comunicação social e digital”.

Tagged: