O Santo Padre está na alemanha até 14 de Setembro. Num ambiente de grande expectativa, à chegada Bento XVI confirma o entusiasmo de há um ano, aquando da Jornada Mundial da Juventude.
O Santo Padre está na alemanha até 14 de Setembro. Num ambiente de grande expectativa, à chegada Bento XVI confirma o entusiasmo de há um ano, aquando da Jornada Mundial da Juventude. Uma multidão em festa acolheu Bento XVI em Mónaco da Baviera. Na sua saudação o Papa convidou os alemães a empenhar-se a viver e a transmitir os valores da fé cristã. ” a minha visita à terra onde nasci possa constituir um encorajamento”. Na sua saudação ao Papa, o presidente alemão, Horst Koehler, augurou a intensificação do diálogo ecuménico entre as várias religiões.
Do programa da visita do Papa, sob o lema “Quem crê, nunca está só”, estão previstas duas Eucaristias ao ar livre, em Mónaco e em Ratisbona. Espera-se a participação de centenas de milhar de fiéis. Durante os seis dias da sua visita, além de Mónaco, onde Ratzinger foi estudante de 1977 a 1982, o Papa fará uma breve visita a Marktl am Inn, uma pequena aldeia junto da fronteira austrí­aca, onde nasceu há 79 anos. Fará visita ao seu irmão sacerdote Georg, de 82 anos. Visitará o santuário mariano de altoetting, um dos mais frequentados pelos católicos da alemanha.
Espera-se que a visita de Bento XVI à alemanha reforce o interesse pela Igreja. Os católicos, assim como os protestantes, mostram-se surpreendidos pelo estilo do seu compatriota na condução da Igreja. as reservas, que a sua eleição em 19 de abril de 2005 levantara, já se dissiparam. as Jornadas da Juventude em Colónia, a que Bento XVI presidiu em agosto de 2005, a sua entrevista a 13 de agosto diante de três cadeias de televisão, um facto raro no Vaticano, deram-no a conhecer melhor aos seus compatriotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *