O Refeitório Social Escolar, em São Brás de Alportel, no distrito de Faro, foi reativado, após o encerramento das escolas, na sequência do agravamento da pandemia da Covid-19. Esta iniciativa assume especial importância num momento de pausa letiva, e deverá contribuir para ajudar os alunos de famílias carenciadas do concelho.

Além dos alunos que beneficiam de ação social escolar (escalões A e B), o serviço prestado por este refeitório deverá chegar até “outras crianças, jovens e familiares, oriundos de agregados familiares com vulnerabilidade social, mediante encaminhamento por parte dos serviços sociais, num esforço logístico e financeiro assumido pelo município, dando prioridade à proteção das crianças e à promoção da sua saúde e bem-estar”, lê-se num comunicado no município de São Brás de Alportel.

Para que seja prestado apoio alimentar, em regime de take away, encontram-se em funcionamento “dois diferentes refeitórios”. O objetivo é “evitar concentração” de pessoas nos pontos de entrega das refeições: a Escola Básica EB1/JI de São Brás de Alportel e a Escola Secundária José Belchior Viegas. Em caso de necessidade, o município do sul do país afirma estar disponível para proceder à “entrega das refeições ao domicílio”, para que “nenhuma criança fique sem acesso a alimentação”.

A reativação do Refeitório Social Escolar é uma iniciativa do Município de São Brás de Alportel, em parceria com o Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas. O espaço já tinha estado de portas abertas em março de 2020, com o objetivo de apoiar os mais vulneráveis, numa altura em que as escolas também se encontravam encerradas devido à Covid-19.

Tagged: