Foto: Santuário de Fátima

Perante a atual pandemia e as suas graves consequências, os cristãos são chamados a olhar para a presença de Deus nas suas vidas. “No meio desta pandemia, que nos atinge, diante da crise por ela provocada – crise sanitária, económica, social –, apesar de todas as dificuldades e incertezas, inseguranças e medos, Deus está connosco, não nos abandona nem nos deixa sós”, disse Carlos Cabecinhas.

As palavras do reitor do Santuário de Fátima foram proferidas a partir da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no Domingo da Palavra, celebrado pela Igreja Católica a 24 de janeiro. Numa altura em que as missas com a participação de público se encontram suspensas devido à pandemia, a Eucaristia foi transmitida através das plataformas digitais.

Carlos Cabecinhas sensibilizou os peregrinos para os efeitos da presença de Deus nas suas vidas. “E esta presença de Deus, se nos enche de confiança e fortalece a nossa esperança, implica sempre também conversão nas nossas vidas. Se Deus está no meio de nós, na nossa vida, é preciso contar com Ele e orientar para Ele a nossa existência; se Deus está no meio de nós e nas nossas vidas, é necessário mudar de comportamentos, de valores, de atitudes, tornando-os mais conformes à sua vontade”, disse o responsável, citado pelos serviços de comunicação do templo da Cova da Iria.

“É nos lugares onde decorre a nossa vida, o nosso dia-a-dia, que Deus vem ao nosso encontro: nas nossas rotinas, na humildade da nossa condição, na quotidianidade da nossa vida”, acrescentou. O religioso pediu depois aos peregrinos para serem “sinais da presença de Deus no mundo e da sua solicitude para com todos, sobretudo os que se encontram em sofrimento”. A celebração foi acompanhada à distância, em direto, por “mais de cinco mil” fiéis, indica o templo mariano.

 

 

Tagged: