Uma ação em memória das pelo menos 200 mil vítimas mortais da Covid-19 está em curso no Brasil, com a plantação de 200 mil árvores em vários estados do país, por parte dos familiares dos falecidos. A iniciativa conta com o apoio do Programa Mundial do Meio Ambiente (PNUMA) e de alguns cientistas e pretende também enaltecer o trabalho dos profissionais da saúde que têm estado na linha da frente no combate à doença.

O projeto foi lançado o mês passado e deverá estender-se até 5 de junho, data em que se assinala o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para Rafael da Silva de Lima, de São Paulo, que perdeu o pai e uma prima depois de terem sido infetados com o novo coronavírus, a campanha é cheia de significado, pois as árvores representam vida e ligação com a natureza.

Entre as árvores a plantar, está uma série de espécies nativas da Mata Atlântica como jacarandá, ipê e ingá. Os organizadores procuram envolver a participação de organizações da sociedade civil para assegurar que as árvores nativas sejam tratadas de maneira apropriada, tendo em conta que a desflorestação é uma das principais preocupações do país.

Tagged: