Foto: Santuário de Fátima

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) anunciou esta quinta-feira, 14 de janeiro, que as celebrações religiosas como batizados, crismas e matrimónios devem ser adiadas para um “momento mais oportuno”, tendo em conta “gravíssima” situação que o país atravessa por causa da pandemia de covid-19.

As novas orientações governamentais para o novo confinamento, que entram em vigor às 00h00 desta sexta-feira, 15, permitem a realização de missas ou funerais, mediante o cumprimento das regras definidas pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Quanto às outras celebrações, a CEP entende ser melhor suspendê-las até que as condições sanitárias melhorem.

Em comunicado, o Conselho Permanente da CEP informa ainda que a catequese continuará em regime presencial onde for possível cumprir com as exigências sanitárias, ou então deve ser ministrada por via digital ou cancelada. E recomenda que outras atividades pastorais passem a realizar-se em plataformas online ou sejam adiadas.

“A nossa celebração da fé abre-nos ao Deus da misericórdia e exprime o compromisso solidário com os esforços de todos os que procuram minimizar os sofrimentos, gerando uma nova esperança que, para além das vacinas, dê sentido e cuide a vida em todas as suas dimensões”, escrevem os bispos na nota enviada às redações.

Tagged: