Hans Kluge, diretor da Organização Mundial de Saúde - Europa | Foto: OMS

O diretor regional da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, apelou aos líderes europeus, esta quinta-feira, 7 de janeiro, que reforcem as medidas de controlo de contágio pelo novo coronavírus, face à “situação alarmante” provocada pela nova variante descoberta no Reino Unido.

“Durante algum tempo, vamos ter de fazer mais do que temos feito e intensificar as medidas sociais e de saúde pública. São as medidas básicas com as quais estamos todos familiarizados que precisam de ser identificadas para reduzir a transmissão do vírus e reduzir a pressão sobre os hospitais”, declarou o responsável durante uma conferência de imprensa virtual.

A Europa está “num ponto de viragem” da pandemia e, para Kluge, é fundamental e urgente que a “ciência, política e tecnologia” formem “uma frente unida para fazer recuar este persistente e elusivo vírus”. Ao mesmo tempo, deve fomentar-se o “uso generalizado de máscaras, limitação do número de pessoas em ajuntamentos, distância física”, além do aumento do número de pessoas vacinadas e do reforço de testagem.

Segundo o diretor regional da OMS Europa, a nova variante do vírus detetada no Reino Unido é “causa para alarme” por ter maior capacidade de contágio. “Sem um aumento de controlo para reduzir o ritmo [de novos contágios] haverá mais impacto nas instalações de saúde que já estão sob pressão”, salientou, acrescentando que esta variante, que poderá “vir, com o tempo, a substituir as estirpes em circulação” do novo coronavírus, já circula em 22 países da região europeia e não mostra “mudanças significativas na severidade” da doença que provoca nem é mais perigosa para as crianças.

Restrições alargadas em Portugal

Face ao aumento do número de contágios registado nos últimos dias em Portugal, o governo decidiu esta quinta-feira, 7 de janeiro, que a maioria dos concelhos, com exceção de 25, vai ter no próximo fim de semana proibição de circulação entre municípios e recolher obrigatório entre as 13h00 e as 05h00.

O executivo decidiu ainda “estender as regras atualmente em vigor” no combate à pandemia ao território continental, no âmbito do novo estado de emergência, determinando a “medida cautelar” no próximo fim de semana para os concelhos com maior risco.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *