Foto: Santa Casa da Misericórdia de Almeirim

A pandemia da Covid-19 levou a Santa Casa da Misericórdia de Almeirim (SCMA), no distrito de Santarém, a dinamizar o projeto “Alegria do reencontro”. A iniciativa transporta numa carrinha os utentes do Lar de São José até aos seus familiares. O objetivo é atenuar a solidão, aproximar as famílias e criar momentos de partilha e de felicidade.

Os idosos estão separados dos seus familiares por um vidro, não há contacto físico, mas há um “olhar próximo, ao vivo e a cores”, conforme destacam os serviços de comunicação da União das Misericórdias Portuguesas (UMP). A carrinha da instituição já levou a cabo mais de 20 viagens, todas elas carregadas de uma grande emoção e alegria.

Rosário Salavessa, filha de uma das utentes da instituição, realça o impacto do projeto na vida da sua mãe. “Uma coisa interessante, da qual me apercebi, foi o facto de a minha mãe, que em contexto de lar estava mais confusa e quase não nos reconhecia e não reagia a praticamente nada, quando veio ao nosso encontro, foi uma surpresa absoluta: ela, logo de início, conheceu-nos, de certeza. A forma como ela nos cumprimentou… o sorriso era de quem nos estava a reconhecer perfeitamente”, disse a familiar.

Helena Duarte, diretora técnica da SCMA, destaca que o projeto tem permito compreender que os idosos, mesmo os que apresentam demências, “participam muito e são altamente reativos”. “Reconhecem os espaços e os filhos e isso é excecional”, realçou a responsável, adiantando que depois das visitas na carrinha os idosos “regressam muito mais ligeiros, muito mais felizes”. As visitas decorrem com recurso a uma carrinha da instituição, “cumprindo todas as regras de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde”, assegura a UMP.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *