Foto: Santuário de Fátima

Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor no Santuário de Fátima, presidiu à Eucaristia do terceiro domingo de Advento, naquele templo mariano, na manhã do último domingo, 13 de dezembro, dia de peregrinação mensal. Aos peregrinos, o responsável deixou uma mensagem de esperança. “Deus não nos abandona, sobretudo nos momentos em que somos mais tentados pelo desânimo. (…) Celebrar o Natal é isso mesmo, saber que Deus se faz próximo de nós, das nossas dificuldades e angústias”, demonstrou o sacerdote.

O reitor do templo mariano voltou o olhar os fiéis para o exemplo de João Baptista, “que preparou a vinda de Alguém” e que “e em momento algum se deixa distrair pelo sucesso da sua pregação e nunca perde de vista a sua missão – apontar para Jesus, levar até Ele, não deixar que se prendam a si próprio”.

“Preparar os caminhos do Senhor, preparar-se para O acolher é também remover tudo o que na nossa vida não aponta para Cristo, não O testemunha na nossa vida e é importante dar testemunho da nossa alegria pela Sua presença na nossa vida, é isto que cativa e pode tocar os corações dos que estão connosco e é isto que nos falta tantas vezes como cristãos, a alegria de sermos cristãos e o testemunho dessa alegria”, mostrou o responsável.

A Eucaristia, que teve lugar na Basílica da Santíssima Trindade, contemplou a bênção das imagens do Menino Jesus que os fiéis transportavam consigo, assim como a bênção das quatro imagens do Menino Jesus que serão usadas para a veneração no tempo do Natal. O gesto da bênção das imagens do Menino Jesus “é um sinal de que o Natal está próximo e de que os apelos da Palavra de Deus são urgentes”, disse o reitor, deixando um apelo.

“Acolhamos o tríplice desafio que a Palavra de Deus hoje nos dirige: convite à alegria, porque o Senhor está próximo e Se faz presente nas nossas vidas; a exortação à conversão, para podermos acolher o Senhor; o desafio a sermos testemunhas que conduzem outros a Jesus”, referiu o responsável, citado pelos serviços de comunicação do santuário. Em ano de pandemia, a osculação da imagem do Menino Jesus, será substituída por um gesto com uma vénia.

Para o próximo domingo, 20 de dezembro, está prevista a bênção das crianças, na Eucaristia das 11h00, Basílica da Santíssima Trindade. Segundo o Santuário de Fátima, nas Missas de Natal, Santa Maria Mãe de Deus, Epifania e festa da Sagrada Família, vai realizar-se a recolha de ofertas durante a veneração do Menino Jesus, a qual será este ano destinada à diocese de Pemba, de forma a prestar apoio aos “deslocados de Cabo Delgado, uma zona norte de Moçambique, onde existe uma grave crise humanitária devido aos ataques perpetrados por milícias fundamentalistas islâmicas, e na qual resultaram mais de 2000 mortes e 560.000 pessoas deslocadas”.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *