Foto: C.M.C.

A “EcoLudoteca” é um novo espaço em Cabeço de Mouro, na freguesia de São Domingos de Rana, concelho de Cascais, destinado a crianças, jovens, famílias e população sénior, os quais podem participar em atividades educacionais orientadas não formais ou brincar de forma espontânea.

Este espaço tem capacidade para “combater o isolamento”, promover o convívio e “desenvolver competências” ligadas às novas tecnologias. A “EcoLudoteca” tem diversas áreas, destinadas a diferentes dinâmicas como exercícios de expressão corporal e teatro, informática, reflexão e leitura, desenvolvimento de ideias e projetos, entre outras. Segundo Frederico Pinho de Almeida, vereador da Câmara Municipal de Cascais com o pelouro da Educação, o Cabeço de Mouro “estava identificado como uma zona” do concelho que “necessitava de uma maior presença da Rede Social”.

Da nova estrutura faz também parte um Gabinete de Apoio à Família, o que se revela essencial, “uma vez que há aqui famílias com uma necessidade de apoio que vai para além do apoio alimentar e de bens essenciais”, como o “apoio no desenvolvimento de competências sociais e psicossociais”, o qual será possível graças à parceria com a Fundação Champagnat, entidade criadora e dinamizadora deste espaço, em funcionamento desde 2 de dezembro.

O novo espaço assume a particularidade de apelar à reutilização de materiais e de acabar com o desperdício. “Este é um projeto que pretende promover a consciência ecológica e o compromisso de cuidar na nossa Casa Comum, socorrendo-se de uma abordagem ecológica e social”, explicou  Bárbara Gardete, presidente do Conselho de Administração da Fundação Champagnat, citada pelos serviços de comunicação do município de Cascais.

Tagged: