A associação Mãos unidas com Maria, localizada nas proximidades de Fátima, tem à venda criativos e solidários vasos de suculentas. A quantia reunida através da compra destes recipientes originais será utilizada para “comprar, tijolo, cimento, ferro, chapas” e outros materiais. O objetivo é dar forma a um “grande forno a lenha e a uma pequena cozinha”, construindo assim uma “padaria” em Changara, Moçambique. Os promotores desta ação gostariam que tal projeto pudesse estar concretizado antes deste Natal.

“A cada dia que passa, esta pandemia está a trazer dor e fome em todo o mundo. À porta da igreja em Changara chegam dezenas de crianças esfomeadas. Dói na alma muitas vezes ouvir do senhor padre Oliveira – ‘São tantos os que me batem à porta, e eu não tenho nada para lhes dar’. Desta forma, com todo o meu coração, com toda a minha alma e esperança peço ajuda”, escreve nas redes sociais Florinda Marques, responsável pela associação.

De acordo com fundadora da “Mãos unidas com Maria”, o objetivo seria erguer a padaria antes do Natal, para que na quadra natalícia seja possível “dar pão, muito mão e minimizar a fome de quem bate à porta da igreja”. “Sonho, desesperadamente, até ao Natal, conseguir fazer um grande forno a lenha e uma pequena cozinha para termos lá uma padaria. Aqui na associação iremos continuar a fazer vasos, desta vez adequados para o centro de uma mesa de Natal”. O propósito de todo o esforço é “ajudar os pobres em Changara”, conforme refere Florinda Marques.

Tagged:

1 comment

  1. Bom dia. Para que esta notícia fosse mais frutífera, teria sido óptimo incluir o link para a associação, se tal não colidir contra as directrizes redatoriais, apesar disso, merece um bem-haja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *