Foto Lusa

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) pediu às dioceses que alterem os horários das celebrações vespertinas nos dois próximos fins de semana, devido ao recolher obrigatório determinado pelo governo nos 121 concelhos considerados de maior risco de propagação da Covid-19.

“Surpreendidos” com a decisão anunciada pelo primeiro-ministro, António Costa, na madrugada de domingo, os bispos consideram a medida “compreensível” tendo em conta a situação de sobrecarga do sistema de saúde, mas admitem que vai criar “muitas dificuldades” às atividades eclesiais.

Enquanto são estudadas outras possíveis orientações, a CEP aconselha cada diocese a “adaptar as suas celebrações vespertinas e outras atividades para outros horários”, e, a exemplo do vai ser feito na diocese de Setúbal, tentar celebrar as missas vespertinas aos sábados de manhã.

O governo determinou o recolher obrigatório entre as 23:00 e as 05:00 no dias de semana, a partir desta segunda-feira e até 23 de novembro, nos 121 municípios mais afetados pela pandemia, sendo que, ao fim de semana, o recolher obrigatório inicia-se a partir das 13:00 nos mesmos 121 concelhos.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *