Foto: Sciaena

A campanha “Há mar e mar, há usar e recuperar” está atualmente em curso, carregando consigo uma petição pública, designada “Pela saúde dos nossos oceanos, exija tara recuperável!”. Apesar de ainda estar em fase de expansão, a campanha já reuniu mais de 3 mil assinaturas. O objetivo desta ação passa pela implementação, em Portugal, de um sistema de depósito e retorno de embalagens de bebidas, com o propósito de atenuar a poluição dos oceanos.

Antes desta campanha ter arrancado no verão, “foi realizada uma pequena recolha de resíduos, durante 30 minutos por três pessoas perto do forte de Peniche e foram recolhidas 93 garrafas de vidro”, explica a organização promotora da iniciativa. Renata Fleck, uma das envolvidas na campanha, destaca que “Portugal tem de ter um sistema de depósito para todas as embalagens de bebida a funcionar em janeiro de 2022, para que não haja mais embalagens” nos oceanos.

Para Daniel Gomes, da “Associação tara recuperável”, “mais importante que limpar o mar é evitar que o lixo chegue até lá e a tara recuperável é a solução para isso”. A campanha é o resultado da iniciativa da Sciaena, uma organização sem fins lucrativos, que trabalha em prol de um “ambiente marinho saudável e uma população informada e ativa na sua conservação.”

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *