Enquanto os casos de Covid-19 continuam a aumentar exponencialmente na Europa e Estados Unidos da América, a Organização Mundial de Saúde (OMS) revelou agora os resultados de vários estudos que indicam que os diferentes níveis de humidade podem influenciar a propagação do novo coronavírus.

Segundo os especialistas, a humidade baixa favorece a sobrevivência do vírus nas superfícies, enquanto que a humidade muito alta também poderá favorecer a circulação das gotículas respiratórias, permitindo que fiquem suspensas no ar.

“Sabemos que há situações em que a transmissão se pode amplificar, por isso falamos muito sobre evitar espaços fechados, interiores e com má ventilação, e também falamos muito sobre melhorar a ventilação como uma das medidas que se podem implementar para ajudar a reduzir a transmissão deste vírus”, sublinha Maria Van Kerkhove, epidemióloga líder da OMS.

Para o diretor-geral da organização, que se encontra de quarentena depois de ter contactado com uma pessoa infetada, todos temos um papel a desempenhar na supressão da transmissão da doença. “Este é outro momento crítico para a ação, outro momento crucial para que os líderes deem um passo em frente, e outro momento chave para que as pessoas se unam com um propósito comum”, reitera Tedros Gebreyesus.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *