As relíquias de Francisco e Jacinta Marto foram veneradas na celebração da Solenidade de Todos os Santos, na manhã do último domingo, 1 de novembro, na Basílica da Santíssima Trindade. A presidir a esta celebração esteve Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor no Santuário de Fátima.

O responsável lembrou aos peregrinos que Fátima é uma “escola de santidade”. “No centro da mensagem de Fátima encontramos o primado de Deus, de que nos falam as bem-aventuranças, como caminho de santidade”, disse Carlos Cabecinhas, destacando que nos pastorinhos é possível “encontrar não apenas o enorme desejo de serem santos, mas igualmente o esforço diário por serem humildes, justos, misericordiosos, pacíficos, puros de coração… como Jesus Cristo”.

Para o reitor do santuário mariano, celebrar a Solenidade de Todos os Santos em Fátima tem uma dimensão especial e explicou porquê. “É acolher o convite a darmos graças a Deus por tantos frutos de santidade que, ao longo destes mais de 100 anos, têm brotado do acolhimento da mensagem de Fátima; é desafio a seguirmos o exemplo dos pastorinhos no desejo de santidade, e em ano de centenário da morte de Santa Jacinta, ecoa o seu exemplo de santidade”, destacou o responsável, citado pelos serviços de comunicação do santuário.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *