A Fundação Calouste Gulbenkian, sediada em Lisboa, trabalha em parceria com a “Food initiative”, com o objetivo de promover a economia circular da alimentação nas cidades. Neste contexto, as cidades de Lisboa, Porto e Torres Vedras encontram-se a apostar em pequenos produtores locais, com o propósito de favorecer cadeias de distribuição mais curtas, facilitar o acesso a produtos biológicos e sustentáveis ou recuperar alimentos que seriam colocados no lixo.

As cidades de Lisboa, Porto e Torres Vedras integram assim a “Food initiative”, um projeto internacional liderado pela Fundação Ellen MacArthur, que fomenta, nas grandes cidades, a economia circular da alimentação, o que prevê o “consumo de alimentos produzidos de forma regenerativa e local, aproveitamento dos alimentos ao máximo” e “comercialização de produtos alimentares saudáveis, não só do ponto de vista nutricional mas também pela forma como são produzidos”, conforme destacam os serviços de comunicação da Gulbenkian.

Segundo os dados de um estudo apresentado pela Fundação Ellen MacArthur o ano passado, a cada segundo é desperdiçado o equivalente a seis camiões do lixo de comida. A quantidade de desperdício de alimentos em todo o mundo tem estado a levar à implementação de medidas que visem solucionar este problema nas 14 cidades que se encontram envolvidas nesta iniciativa.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *