A Organização das Mulheres Católicas do Malawi (CWO) apresentou recentemente um novo projeto de sensibilização e prevenção contra a propagação da Covid-19, uma iniciativa que envolverá vários municípios da capital e da arquidiocese de Blantyre e contará com o apoio ativo e empenhado da Igreja Católica.

“Temos em vista as áreas com alta densidade populacional porque é lá onde o risco de contrair ou difundir a Covid-19 é elevado. Em particular, queremos melhorar a comunicação sobre a doença. Vamos também distribuir dispositivos para a lavagem das mãos para promover o saneamento e a higiene como medida preventiva contra a ulterior propagação do vírus”, explicou a presidente da CWO, Lucy Vokhiwa.

Presente na sessão de apresentação do projeto, o padre Cyprian Chipalamwazani, capelão da organização de mulheres assegurou o empenhamento da Igreja neste novo empreendimento, ao afirmar que o clero diocesano assumirá um papel de primeiro plano na sensibilização dos fiéis, dedicando tempo durante as missas para atualizá-los com as últimas informações sobre a pandemia e sobre o que se deve fazer para conter a sua disseminação.

O Malawi enfrentou um novo surto de Covid-19 na segunda quinzena de agosto, mas desde então as infeções no país têm vindo a diminuir. A 16 de outubro foram registados apenas sete novos casos positivos, graças às medidas de prevenção adotadas pelas autoridades. Até essa data, tinham sido registados um total de 5.842 casos, com 187 mortos e 4.735 recuperados.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *